sábado, 12 de maio de 2012

Se não jogou, jogue! - Super Punch Out!! (SNES)



"Está na hora de mostrar quem é o verdadeiro campeão!"




Olá companheiros desocupados, eu, Alexsander, venho lhes trazer uma análise de um jogo que tive a oportunidade de jogar há pouco tempo. Sem mais delongas, vamos à análise.

Gênero: Esporte
Produtora: Locomotive Corporation
Data de lançamento: Outubro de 1994
  
Punch-out! é uma franquia de jogos que nasceu no longínquo ano de 1984 nos Arcades. Baseado nas lutas de boxe, a franquia traz um jovem boxeador chamado Mac, que busca ser o maior de todos, o lendário lutador, porém o caminho não será fácil (até por que seus adversários quase sempre são o dobro de seu tamanho). Super Punch-out! Traz uma maior quantidade de inimigos, dos mais variados estilos, em um total de 4 torneios: O amador, o intermediário, o mundial e o especial.

Vamos à análise:


Começando pelo som, temos algo agradável que não se destaca, porém cumpre seu papel. Durante as lutas temos a trilha sonora, que varia de acordo com o inimigo, o que é bom, pois trata cada inimigo como uma experiência única. Ainda na batalha temos os sons dos movimentos como socos, ganchos e etc. O público reage de acordo com o momentos, porém não é muito perceptível, poderia ter sido melhor, como jogos de futebol que (fora o narrador chato) tem o som do público de uma forma mais empolgante.

O gráfico do jogo é bem trabalhado, o design de cada personagem é único onde temos peculiaridades de cada um, de acordo com seu país de origem, como Jamaica, Japão, China, Irlanda entre outros. Não há borrão nem nada e o fator de seu personagem ficar meio transparente aumenta a sensação de que o jogo é bem trabalhado


A jogabilidade é uma experiência única. Poder desferir socos e ganchos de uma forma fácil, sem complicações no uso de botões, pesa muito nesse jogo, uma vez que o deixa mais dinâmico, como uma luta de boxe. Mas nem só de atacar vive um lutador, pois para continuar em pé, ele deve esquivar-se dos ataques inimigos podendo assim aproveitar uma brecha. E o jogo permite isso! De uma forma bem simples, basta escolher o lado esquerdo ou direito do seu direcional para ir aos respectivos lados, ou recuar apertando o “para baixo”. Há também a possibilidade de executar um Super soco caso a barrinha do S( que pode ser visto abaixo) esteja cheia e assim permite dar um soco que causa muito dano.


A movimentação dos inimigos é bem variada, enquanto alguns vão ao estilo mais tradicional do boxe, outros chegam a dar as (tão conhecidas e amadas) voadoras ou se preferir chutes aéreos. A dificuldade do jogo vai aumentando progressivamente e exige que você encontre formas diferentes para enfrentar cada inimigo. O único problema em comum dos inimigos é que após certo tempo de jogo, eles tornam-se previsíveis, o que pode prejudicar a diversão.

Quanto quesito diversão, Super Punch-out!!!  peca muito pouco, uma vez que a dose de dificuldade é crescente com estilos variados o jogador mais “devagar” pode demorar a se adaptar a cada inimigo levando assim vários nocautes antes de derrotar algum adversário.

Em resumo: O jogo apesar de características que podiam ser melhoradas traz muita diversão (que obviamente é o mais importante).


Nota: 8,5/ 10 Dentes de adversários perdidos após uma luta.


Observações pós-análise.
1) o nome do lutador poder ser diferente de Mac, pois antes de começar o jogador pode digitar qualquer nome.

2) Vale a pena notar a diferença de tamanho e força entre adversários e protagonista, oque me levou a achar que existe um efeito Davi-Golias.

3) Não imite o jogo na vida real, boxe é para profissionais, ou seja, evite apanhar.

2 comentários:

  1. Muito bom! Deu até vontade de jogar esse jogo agora! ;D

    ResponderExcluir
  2. O nome do quadro é esse: se não jogou, jogue! =D

    ResponderExcluir